Como se proteger do Zika vírus.

Na gestação

O mais importante seria evitar uma possível infecção pelo vírus, por isso devemos praticar o ensinamento rotineiro, no pré-natal, de hábitos para evitar a picada do mosquito transmissor para ela e seu parceiro.

 

Características do mosquito Aedes

Como o mosquito Aedes voa baixo de 20 cm a 1,5 m (importância de proteger pés e pernas com calças compridas, sapatos e meias, uso de telas nas janelas das casas térreas), tem alcance de voo de 50 m (importante para identificar focos próximos e usar telas em edifícios com focos de Aedes em áreas altas próximas), voa com maior agilidade e rapidez em temperaturas acima de 28°C e não voa em temperaturas abaixo de 18-20°C (preferir lugares frios, com ar-condicionado), tem como horário preferencial de voo: das 9h às 13h e precisa de luz ultravioleta ou muita iluminação LED, sendo que no escuro o mosquito fica parado e não pica (momentos de maior atenção).

Os locais que terão mais mosquitos Aedes são os que não têm saneamento básico e os em que a coleta de lixo é deficiente. Praias devem ser consideradas áreas com risco, pois, em geral, não têm saneamento adequado. (orientações quanto a viagens, passeios).

O mosquito não pica transfixando roupa, não é atraído por roupas claras ou com listas de cores claras/escuras (orientações quanto a roupas).

Sobre os Repelentes recomendados


Deve-se fazer uso de repelentes nas áreas expostas, sobre filtro solar ou hidratantes e sobre as roupas no intuito de afastar o mosquito e evitar a picada. Três repelentes contendo DEET, Icaridina e IR3535 são seguros para a gestante, segundo protocolos do CDC.(4) Devem ser aplicados diversas vezes ao dia, com intervalos orientados pelo fabricante. Ressalte que deverá ser aplicado mais vezes quanto maior for a temperatura e mais intensa a transpiração.

Transmissão por via sexual

O casal deve dialogar sobre a transmissão por via sexual e orientar os mesmos cuidados para o parceiro, além de discutir abstinência, caso o parceiro apresente sintomas sugestivos de Zika ou tenha doença confirmada, e do uso de preservativo durante a gravidez.

Exame para triagem


Não existe indicação de exame para triagem universal da infecção, durante a gestação. Deve-se manter a rotina pré-natal, quanto à frequência e local das consultas, com a realização de três exames ultrassonográficos: em torno de 12 semanas (morfológico de 1° trimestre, 22 semanas (morfológico de 2º trimestre) e 32 semanas. Levando em consideração que muitos casos são assintomáticos ou oligosintomáticos, nesses exames US deve-se ter cuidado quanto ao diagnóstico de alterações fetais. Parto, puerpério e amamentação devem seguir a rotina obstétrica.

Fonte:
FEBRASGO - FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA
Guia Prático: Infecções no Ciclo Grávido-Puerperal Setembro/2016

+
+
Dra. Édily Tourinho WhatsApp